Quem é Rosa

Minha foto
“A vida é a descoberta de quem somos." contato: rosicleidedavid@ymail.com

intervalos

Nos meus intervalos, eu passo por aqui...
Revelo a colheita do que plantei durante o dia,
Faço uma breve análise do que está em mim ou do que se passa ao meu redor,
Ou simplesmente deixo fragmentos de sonhos...

Os textos de minha autoria são protegidos pela lei n° 9.610 de 19-02-1998, lei dos direitos autorais.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

26 de fevereiro de 2011



26 primaveras...
Ainda me encanto com as formas das nuvens
Gosto do som da chuva e brinco debaixo dela 
Pulo ondas, 
Conto estrelas.
26 primaveras...
As cicatrizes que a vida me deixou foram as lembranças tristes
De presenciar o sofrimento do outro.
26 primaveras
Em meus relacionamentos, aprendi a exigir menos e merecer mais.
Que o certo e o errado podem ser uma variável
E as relações mais difíceis são as relações mais transformadoras de nossas vidas.
26 primaveras...
E ainda menina, 
Encantada.
Sou e tenho um porto seguro nas pessoas que me amam e que amo.
Nessa vida, carregada de emoção, nem sempre fácil
Aprendo e ensino, partilho.
26 primaveras...
Não termino essa poesia
Porque em mim ela continua...
Sempre continua.



por Rose David

domingo, 20 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

09 de fevereiro de 2011

Rosa está à procura do Cravo!


Rosa levantou- se espreguiçadamente como faz todas as manhãs, abrindo os olhos aos poucos pra discernir que não estava ainda em um de seus sonhos. 
Rosa levantou- se e percorreu o seu cotidiano, um cotidiano que nunca é monótono, pois Rosa sabe apreciar cada detalhe do seu dia e reconhece que cada dia é único e especial.
Rosa se emocionou, chorou e sorriu. Rosa desanimou e logo após abasteceu- se de confiança e seguiu. Rosa viveu!
Sentindo- se responsável por zelar cada minuto que seu Criador lhe concede de existência, fez jus à Vida.
Ao cair da noite, Rosa deitou- se. Mas antes de se entregar aos sonhos, aquele suspiro, uma respirar profundo de uma alma que anseia. Rosa é feliz, e no entanto anseia por aquele sentimento que ainda não experimentou. 
Rosa suspira porque quer encontrar o Cravo.




por Rose David